- Atualizado em 16:16

Blog do Giu

39176

Roberto Amor adota postura de vereador raiz e torna-se pedra no sapato de Mazucato

Enquanto a oposição se mostra numa postura "Nutella", companheiro de Mazucato é o mais crítico até agora

Publicação do vereador Roberto Amor Lhana (PV) na rede social Facebook Publicação do vereador Roberto Amor Lhana (PV) na rede social Facebook

O vereador Roberto Amor Lhana, do Partido Verde, tem sido o mais crítico entre os vereadores da Câmara Municipal nos primeiros 100 dias do novo mandato dele mesmo e do prefeito Edmar Mazucato (PSDB).

Ambos foram eleitos com base no mesmo grupo da situação, mas Roberto Amor (como é conhecido) tem tido o que nas redes sociais convencionou-se chamar de um vereador "raiz", enquanto a oposição pode ser caracterizada como uma postura "Nutella".

Explica-se. Os termos são bem claros: o raiz demonstra quem você é na essência, aquilo que nem sempre todas pessoas veem, autêntico; o Nutella já se refere ao seu lado popular ou aquilo que você gosta de “ostentar”. A piada viralizou no Facebook principalmente através de testes on-line, que sincronizam o seu perfil pessoal (e seus gostos, automaticamente), dando um resultado automático.

Em entrevista do Blog do Giu, Roberto Amor mostra que seu lado "raiz" deve falar mais alto durante seu mandato e que para ele pouco importa o partido para o qual pertence ou o grupo político que o elegeu:

 

Blog do Giu - É fato no meio político que de todos os vereadores o senhor é quem tem sido  o mais crítico em relação à gestão do prefeito Mazucato, apesar de ter sido eleito pelo Partido Verde, que é da base política dele. Por que você decidiu adotar esta postura?

Roberto Amor - Adotei essa postura desde que fui candidato pela primeira vez. Sempre tive o pensamento de quando eu fosse eleito seguiria sempre por minha cabeça e não por determinação de outras pessoas, que querem que você siga a cartilha do grupo que você fez parte na campanha. Por isso vou continuar com minha postura de estar sempre do lado do povo!


Blog do Giu - Mas o senhor não tem receio de sofrer represálias políticas por não votar com a base governista do prefeito ou ter uma postura tão crítica, apesar de pertencer ao mesmo grupo político da situação?

Roberto Amor – Não, pois tenho opinião própria, participo das reuniões que são feitas no gabinete do Prefeito para explicar os projetos do Executivo, mas se eu não concordar, na hora da votação da Câmara, voto conforme minha consciência, mesmo se eu votar sozinho como aconteceu na criação de cargo de confiança na Secretária da Indústria e Comércio.


Blog do Giu - Entretanto o senhor foi eleito com base nos votos todos da coligação a que fazia parte, assim como os demais do seu partido e muitos de seus votos também estão vinculados a eleitores que optaram por Edmar Mazucato, atual prefeito. Esta postura não pode representar perda de votos numa eventual próxima eleição?

Roberto Amor - Eu acredito que não, pois passou a eleição não devemos ter situação e oposição. Temos que ser todos Osvaldo Cruz e vou continuar meu trabalho em prol dos munícipes. No futuro, caso eu seja candidato novamente, antes vou fazer uma avaliação pessoal para ver se fui um bom legislador ou não. E o povo é quem vai julgar. Quero lembrar aqui ,que desde o começo eu sempre fui contra coligação e eu estava certo pois o PV saiu com 20 candidatos e conseguiu eleger 4.

 

Fotos:

Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole