- Atualizado em 10/08/2016 08:58

Blog do Giu

35930

O que dizer ao eleitor em tempos de redes sociais, tecnologia e mobilidade?

O hospital da sua cidade, o posto de saúde do seu bairro, se a escola do filho vai bem e se a rua da casa onde ela mora vai ter iluminação ou não

Onde o eleitor e o que ele pretende nas eleições deste ano?

O eleitor, no pleito deste ano, vai querer saber mais de coisas concretas e pontuais: o hospital da sua cidade, o posto de saúde do seu bairro, se a escola do filho vai bem e se a rua da casa onde ela mora vai ter iluminação ou não.

Assim, o comportamento do eleitor/público é muito mais importante do que o uso das ferramentas tecnológicas em si. A mensagem é muito mais importante do que o Facebook ou o WhatsApp.

Afinal, marketing é elaborar o plano de atuação do candidato diante das necessidades e expectativas do eleitor. Nas campanhas digitais a autenticidade é mais importante do que a própria mensagem: você é autêntico e verdadeiro, coerente com a sua história de vida?

Não é preciso se preocupar com o que uma pessoa fala sobre você candidato na internet, mas o que a maioria as pessoas vão falar fora da rede: em casa, no bar, no restaurante. A comunicação “boca a boca” influencia todos, ou seja, o corpo a corpo ainda é a mais eficiente, barata e importante forma de comunicação eleitoral.

O Facebook é importante? Sim, é fundamental! Mas não se esqueça que nenhum perfil e nenhuma Fan Page, por mais bonita que seja, substitui a sua história e as suas propostas para a população.

Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole