Blog do Giu

46653

Justiça condena mais 2 membros do PCC a 30 anos de prisão por envolvimento em esquema descoberto pela Operação Ethos

Polícia Civil e Ministério Público desarticularam célula jurídica da fação, que era formada por presos e advogados

REGIONAL - A Justiça de Presidente Venceslau condenou mais dois réus denunciados após a deflagração da Operação Ethos, que investigou o envolvimento de advogados e membros de órgãos de direitos humanos com o Primeiro Comando da Capital (PCC).

Eles foram condenados a 30 anos de prisão em regime fechado pelos crimes de integrar facção criminosa e corrupção ativa.

A Operação Ethos, que teve a primeira fase iniciada em novembro de 2016, desarticulou uma célula jurídica da fação, que era formada por presos e advogados.

“Os réus conseguiam transmitir recados e dar ordens de dentro dos presídios que estavam reclusos para fomentar o tráfico de drogas (principal fonte de renda) e os diversos outros crimes praticados pela facção. Aliás, por meio da célula jurídica conseguiam fazer o suborno de funcionários públicos”, citou o juiz Gabriel Medeiros, da 1ª Vara da Comarca de Presidente Venceslau, que condenou Antônio José Muller Junior, o Granada, e Eric Oliveira Farias, o Eric Gordão.

Eles já cumprem pena por outros crimes.

(continua após a publicidade)

Spoleta 54 (blog do giu) - 08/01/2019

Em fevereiro de 2018, a Justiça já havia condenado Marcos Willians Herbas Camacho, o Marcola, a 30 anos de prisão. Ele é apontado pelas autoridades em segurança pública como o principal chefe do PCC.

A condenação analisou provas obtidas também pela Operação Ethos.

Na mesma sentença foram condenados outros sete réus.

 

Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole