Blog do Giu

46809

Após João de Deus, guru religioso Ananda Joy é acusado de abuso sexual e estupro

Ministério Público de SP irá colher depoimentos de três mulheres na próxima semana

SÃO PAULO - Depois das denúncias de abuso sexual contra o médium João Teixeira de Faria, o João de Deus, que se encontra preso, novo guru religioso é alvo de acusações similares, que o Ministério Público começa agora a receber. Diógenes Mira, conhecido como Ananda Joy, ministra cerimônias tântricas em Piracicaba, usando o chá ayahuasca — também chamado de Daime.

Quatro mulheres deram depoimentos exclusivos ao GLOBO nos quais contam que sentiram-se coagidas — seja pelo discurso espiritual, seja pela força física — a fazer sexo com ele e outros membros do grupo. Outras três mulheres, além das que contaram suas histórias detalhadamente ao GLOBO, confirmaram os fatos à reportagem. Ananda nega as acusações.

Na próxima semana, três denunciantes serão ouvidas pelo Ministério Público de São Paulo (MP-SP), que, após reunir os depoimentos, irá organizar as denúncias e pedir a Ananda que apresente sua defesa. O MP também criou um canal de denúncias para possíveis vítimas que quiserem falar (somosmuitas@mpsp.mp.br).

Para ler informações detalhadas sobre o caso e a íntegra dos relatos das quatro mulheres e de um homem testemunha dos alegados abusos. A reportagem investigativa, conduzida desde setembro, é exclusiva para assinantes. 

Casa Avenida 118 (blog do giu) - 23/01/19

Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole