Acontece

41810

Polícia Ambiental recolhe 500 metros de redes de pesca armadas irregularmente no Rio Paraná

Materiais estavam próximos ao local conhecido como 'Esgotão', em Panorama, e não possuíam as plaquetas de identificação

Redes foram recolhidas no Rio Paraná, em Panorama (Foto: Cedida/Polícia Militar Ambiental) Redes foram recolhidas no Rio Paraná, em Panorama (Foto: Cedida/Polícia Militar Ambiental)

PANORAMA - A Polícia Militar Ambiental apreendeu nesta quarta-feira (15) 500 metros de redes de pesca que estavam armadas irregularmente no Rio Paraná, em Panorama. A ocorrência será apresentada via ofício à Polícia Federal, por se tratar de rio da União. O responsável pelos petrechos não foi localizado nem identificado.

O material estava dividido em um grupo de quatro panos de rede de 50 metros de comprimento cada, com 1,20 metro de altura e malhas de 160 milímetros. Além disso, havia ainda outro grupo com seis panos de rede de 50 metros de comprimento cada, com 1,20 metros de altura e malhas de 80 milímetros.

As redes estavam armadas próximas ao local conhecido como “Esgotão” e não possuíam as plaquetas de identificação.

A Polícia Militar Ambiental explicou que, por estar em andamento o período da piracema, fica proibido o uso desses petrechos, de acordo a Instrução Normativa nº 25/2009, do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), e a conduta trata-se de crime tipificado no artigo 34 da lei federal n° 9.605/98.

Os materiais recolhidos permaneceram depositados na Base Operacional de Panorama, no aguardo do prazo legal para destinação.
Peixes vivos que estavam retidos nas redes foram soltos no rio.

Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole