Acontece

43168

DIG de Tupã participa de ação que desarticulou quadrilha que iria explodir banco em Borá

Além de Borá, bandidos planejavam explosões em cidades paulistas e mineira

ESTADUAL - A Delegacia de Investiações Gerais (DIG) de Tupa recebeu na sexta feira (9) a informaçao de que integrantes de uma organização criminosa cometeria dois crimes de explosão a bancos, um no estado de Minas Gerais e em Bora, area da Seccional de Polícia de Tupã.

Segundo as investigações, o lider do grupo, conhecido como "Bomba", detento da Penitenciaria de Tremembé (na região da Grande São Paulo), seria beneficiado com o indulto de Páscoa e lideraria as açoes a partir de Mogi Mirim (região de Campinas).

As ações de investigação passaram a ser monitoradas pela Inteligência da DIG de Tupã desde a noite de sexta-feira. Durante os trabalhos foi realizada uma força-tarefa policial devido a área de ação da quadrilha. Assim estiveram em conjunto os policiais civis de Tupã, a Policia Militar de São Paulo, com apoio operacional de integrantes de varios setores, a Polícia Civil de Minas Gerais e o DEIC (Departamento Especial de Investigações Criminais) de São Paulo.

Articulações

As açoes do bando foram articuladas no sábado (10) e colocadas em prática no domingo (11). Uma parte da organização saiu de Mogi Mirim com um VW Pointer e um Fiat Uno.

O grupo se encontrou com os demais integrantes da organização em uma chácara entre as cidades de Cambuí e Senador Amaral (ambas em MG), partindo para a ação em Senador Amaral (MG), onde explodiriam um banco.

A equipe de policiais, a postos, conseguiu interceptar dois veiculos e prender sete integrantes da quadrilha. Em poder dos indiciados foram localizadas bananas de dinamite. Outros dois veículos fugiram. Um deles foi interceptado pela ação policial, justamente o Pointer, de propriedade do chefe da organizaçao, conhecido como Bomba.

Em poder dos três indiciados foram apreendidas duas pistolas, binóculos e farto matetial para manuseio de cofres e caixas eletrônicos de bancos.

O Fiat Uno, de placas desconhecidas. fugiu.

Foram feitos flagrantes em Pouso Alegre (MG) e em Serra Negra (SP). A ação em Borá, prevista para esta quarta feira (14), foi frustrada pela ação da Polícia.

Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole