- Atualizado em 21/01/2020 10:59

Acontece

49480

Área da antiga ALL, região do IBC, vira depósito a céu aberto de tecidos e gera reclamação de moradores

Prefeitura confirma inúmeras multas a dono de sucata

OSVALDO CRUZ - O depósito a céu aberto de uma grande quantidade de tecido, provavelmente de propriedade de um reciclador, é alvo de reclamação de moradores da região do antigo IBC (Instituto Brasileiro do Café), proximidades da atual empresa Capézio do Brasil em Osvaldo Cruz.

O terreno está dentro da área de concessão da Rumo Logística, onde passa a linha férrea. Segundo moradores de propriedades próximas, a maior preocupação é que no depósito possam estar em procriação insetos e animais peçonhentos.

Procurada, a Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente diz que é ciente da questão e que já multou várias vezes o dono dos materiais. Trata-se de um reciclador, que já foi notificado e autuado várias vezes sobre a irregularidade. "A questão é que esse senhor paga a multa e nós ficamos de mãos atadas por se tratar de uma área que não é municipal", disse a engenheira ambiental, Silvana Maciel.

O Município pode notificar novamente o proprietário quanto à proibição de depositar tecidos a céu aberto. "O correto é que o material ficasse em um barracão, protegido, evitando problemas de saúde pública e eventualmente ambientais", disse a engenheira.
 

Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole