- Atualizado em 05/11/2019 15:17

Acontece

48886

Alunos de medicina em Adamantina fazem protesto e paralisam atendimentos à população

Atos públicos cobrando decisões sobre o curso de medicina têm sido frequentes

ADAMANTINA - Os alunos do curso de medicina do Centro Universitário de Adamantina (UniFAI) suspenderam as atividades de atendimento ao público nos serviços de saúde da cidade, nesta quarta-feira (23) e realizaram uma manifestação pacífica, com carreata que deixou o Campus II e seguiu pelas ruas da cidade.

Com o ato, os estudantes mostram um novo descontentamento em relação ao internato, que a partir do ano que vem começa a ser realizado na Santa Casa de Araçatuba.  A motivação do descontentamento está em uma carta aberta publicada na fanpage União Medicina UniFAI.

Os atos públicos dos estudantes de medicina, com pautas de reivindicação que repercutirão na qualidade e reputação do curso e da instituição, e nos serviços à comunidade, têm se tornado frequentes. 

Em fevereiro do ano passado protestaram contra nomeações feitas pela UniFAI,  entre as quais da professora doutora Marisa Cardin para a coordenação do curso, que depois solicitou o cancelamento de sua nomeação.

Já em novembro do ano passado eles foram às ruas cobrando definições sobre o internato, o que ainda era um panorama incerto. E mais recentemente, também se posicionaram contra uma portaria que designou Marisa Cardin como gestora do termo de colaboração firmado entre a UniFAI e a Santa Casa de Araçatuba, levando a UniFAI a fazer outra nomeação.

Os alunos citam exemplos de outras instituições de ensino, inclusive públicas, onde é aplicado um desconto na mensalidade do curso, nesse período de internato, já que não há atividade em sala de aula, ficando o período com atividades práticas assistidas por preceptor no ambiente hospitalar e, sobretudo, pelo fato do internato ocorrer em outra cidade, a 110 km de Adamantina, de grande porte, onde passarão a residir e o custo de vida é maior.

PH Multimarcas 171 (acontece) - 23/10/19

Aposta da UniFAI

A UniFAI aposta que o conjunto de leis repercutirá em um desconto final que pode chegar a 12%, sendo 5% já possíveis de serem aplicados desde 2017, e as duas novidades: 5% para alunos sob internato e mais 2% sobre o valor da mensalidade quitada até o dia 10. E aposta, também, em outras facilidades criadas neste ano com a Lei Municipal Nº 3.915, de 2 de setembro de 2019, que cria diversos programas financeiros de incentivo acadêmico a todos os estudantes da instituição.

 

Dê sua opinião

Não serão aceitas mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;


Comentários
 
Fechar

Lista Telefônica Online

Preencha um dos campos abaixo e faça a consulta

Telefone

 
 
 
Fechar
Rádio Califórnia Rádio Clube Rádio Max Rádio Metropole